Acesso Restrito
Código:
Senha:





Cadastre-se para receber nossos comunicados



Pesquisa







Pesquisa
Original
Menu 9ª Semana de Fotografia 8ª Semana de Fotografia 25/07/2016 - Segunda-feira - Gal Oppido

Inscrições apenas no local do evento

 

  

Palestrante: Gal Oppido

Tema: Do espaço para o plano: o transe da fotografia.

Quando: 25 de julho de 2016 - 19h30 às 22h00

Onde: Teatro Santos Dumont - Av. Goiás, 1111 - São Caetano do Sul

Vagas: 300 - primeiros inscritos

Valor: Gratuíto

Inscrição prévia: até 24 de julho (para concorrer aos prêmios e brindes)

Inscrição no local no dia do evento (vagas remanescentes - sem direito aos sorteios de brindes)

Classificação indicativa: 12 anos


 

Sobre as fotos do palestrante:

 

OS SENTIDOS DA PELE

Este conjunto de ensaios alinha algumas imersões onde o corpo é sempre remetido à sua condição original, desprovido de vestes, sem ferramentas, desprotegido em vulnerabilidade animal, tal qual em passado recente quando era sujeito a toda sorte de ações severas e mesmo irreversíveis por parte da natureza e do próprio homem as quais hoje estão em parte dominadas pela capacidade de intelecção do homem, levando-o à condição de manipulador e processador em escala planetária das matérias que compõem o mundo cotidianamente conhecido.

É uma especulação da medida em que o animal humano dotado de particular inteligência revela através do seu corpo, como campo de prova, provação e devoção, expondo seus desejos, temores, origens, percursos, temporalidade e mortalidade. Hoje, nossa capacidade de sintetizar a matéria quase que nos gabarita a vencer a finitude do nosso corpo.

A ideia de perenidade instalada por um desenho na caverna, pela mumificação, pela escultura e pintura, pelo registro fotográfico, cinematográfico, holográfico, fonográfico e televisivo, assim como os processos de clonagem humana, aproxima o homem de seus desejos bíblicos de eternidade e onipresença.

É um exercício de dissecação em vida, com o corpo pulsante de significados, separando suas partes como uma singela guilhotina, diferente da original onde segundo Daniel Arasse foi a primeira máquina de tirar retratos pois separava do corpo a face da vítima, expondo sua identidade como na foto 3 x 4 que é papel, mas que revela a vida contida na imagem.

Gal Oppido

 

 

 

 

 

 

Apoio:

 

 

 

Organização:

 

Realização:


Indique este site

 

14/12/2017
50 visitantes on-line

 Afiliado a Confederação Brasileira de Fotografia

 


Fotoclube ABCclick

   2002-2017 ©.